OS PRINCÍPIOS DO DSD

O DSD tem sempre como princípios a autonomia da vontade das partes que deles participam, oralidade, informalidade, boa-fé e busca do consenso, sendo a solução ideal para relações empresariais pontuais e complexas.

A atuação conjunta do Designer, profissional especializado em desenhar o sistema com a empresa, mostra-se essencial para o alcance de adesão e obtenção do sistema de negociação ideal personalizado de solução de conflitos para alcançar grandes resultados, tais como, capacidade de estabelecer comunicações eficazes com seus consumidores, parceiros comerciais, colaboradores e fornecedores, além da agilidade e eficiência na resolução de eventuais impasses comerciais.

QUANDO O DSD DEVE SER UTILIZADO:

O DSD vem sendo utilizado com muito sucesso hoje em dia. É comum ser visto em companhias aéreas que vêm, por exemplo, instalando totens nos aeroportos para receber reclamações de clientes em busca de acordos, antes que o caso chegue ao Judiciário, gerando prêmios de boas práticas e reconhecimento como Amigos da Justiça.

Vemos o DSD aplicado em câmaras de conciliação em casos de desastres aéreos, câmaras de conciliação em casos de conflitos ambientais e desastres de grandes proporções, conflitos em hospitais que precisam de maior grau de zelo do acolhimento das famílias, no setor de educação, entre outros.